segunda-feira, 23 de julho de 2007

Já te perdi
Apesar de nunca te ter tido
Tu és um sonho que vivi
Um amor que em outra vida não ficou esquecido.

Cruzámo-nos, encantámo-nos
Vivemos o idílico
Momentos breves, espaçados
Intensos, inesperados
Mas os comboios das nossas vidas
Seguem em direcções opostas.

Retenho de ti o teu olhar
O teu sorriso, o teu cheiro ao te abraçar
Eternamente gostarei de ti só por gostar
Sem nada te pedir, sem nada te cobrar.

Boa viagem meu amor
Dá atenção ao teu petiz
E nesta vida serás muito feliz.

Joaquim Marques

2 comentários:

Anónimo disse...

...
EM QUE LOCAL, EM QUE DIA, EM QUE HORA ELE NASCEU?
CONTA,
CONTA.
CUSCAAAAAAAA
rsrs
Não Poeta, não Chefe, não...
Sim, o Grande JM!
:)

audrey disse...

Já te achei...
Mas foi por acaso...
E em meio a tantos acasos,sofri do que o acaso causou...
Alegrias,choros,esperanças,ódio,paixão e amor...
Porém o que apenas ficou,foi a mera lembrança de um fantasma...
Somos tão loucos...
Somos tão insensatos...
Mas quem não é ?..e quem nunca foi...?
Não quero mais saber...
Quero algo verdadeiro...
Quero poder ter a certeza de que não enlouqueci...
Da próxima vez...o acaso será meu...porque por acaso eu sou o que sou....

Te adoro meu gato..
Bjs