domingo, 17 de junho de 2007

O Ninho


Está tudo errado...
Deixei de ser eu
Rendi-me à moda
Aos meus poemas agora ponho títulos
Acompanho-os de imagens...
Estou com a alma destroçada!

Que saudades eu tenho
Daquele camisa rota
Daquela jaqueta enrugada
Da barba mal aparada
Do meu pensar libertino
Dos versos soltos sem tino.
Mas estou consciente
Que por momentos estou a agradar a muita gente.

Mas depois, qual alma penada
Voltarei errante à minha estrada
Retomando o caminho
Que de tão longe me leva de volta ao ninho
De onde saí num voo atabalhoado:
Fui empurrado
Dei cambalhotas
Aterrei num telhado
De um castelo maldito, amaldiçoado.
Desde então grito tão alto
Chamando por ti
Mãe ausente, carinho premente:
Vem-me acudir
Vem depressa que eu já não sei como ir
Ao teu encontro, pró teu regaço
Descansar desta vida ruim.
Oh minha mãe porque me abandonaste assim?

Joaquim Marques

4 comentários:

Anónimo disse...

Droga!
... vem a meu regaço!
:)

Anónimo disse...

Há momentos assim…
Há dias assim…
Há períodos assim…
Períodos mais curtos…
Períodos mais longos…

Dói-nos o corpo…
Dói-nos o pensamento…
Dói-nos a alma…
Dói-nos o coração…

Sentimo-nos cansados…
Cansados de tudo…
Cansados de todos…
Cansados do Mundo…
Cansados da vida…
Cansados de nós…

Então…
Transformamo-nos…

Choramos…
Gritamos…
Chamamos…
Pedimos carinho…
Abrimos a nossa casa…
Mostramos o nosso ninho…
Mostramos a alma…
Abrimos o coração…
A todos sem excepção…
Aos que nos são queridos…
Aos desconhecidos…

E oferecem-nos o seu regaço!...
...

Isa

luzinha disse...

Esta foto caracteriza-o, ou melhor complementa aquilo que conheço de si.
Homem humilde, tão terra a terra, sensivel e tradicionalista.

Audrey disse...

Li em algum lugar ...não sei onde...que é sempre bom termos para onde voltar quando terminamos nossas viagens...
Ter um porto seguro...
Ter onde abrir a porta....entrar...e finalmente recostar a cabeça...
Algo seu...
Algo como nossa fortaleza...que nos sintamos protegidos..
Que possamos revigorar nossas forças...
Estar em casa é sentir-se dentro de nós...
Com alguns apretechos ...lógico...mas caracterizado por nós...
Carregada de todas as nossas emoções...recordações...
É sempre bom estar vontando ao passado,estando no presente e planejando o futuro...
Mesmo que tudo seja estafante...mesmo que seja triste..
Mas alegre é estar em nosso lar...
Nada melhor do que voltar para casa depois de um dia cheio....

Beijos meu gato!!