sexta-feira, 1 de junho de 2007

O Amor,
Coitado do Amor!
O Amor não é um Ser
O Amor é um sentimento sem Ser
Apesar de todo o Ser
Gostar de o ter
De o ler,
De o escrever
De extravasar as suas emoções
Como neste verso de Camões:
“Amor é fogo que arde sem se ver”
Entre outros conceitos publicados.
Apesar de eu não ser
Do clube dos iluminados
Acho-me no direito de falar
Dos Amores acabados
E até de os imaginar
Na pena dos pirómanos empolgados:
“ Fogo é amor que sinto sem te ter”.
É por isso que gostava de entender,
Se o amor pode ser fogo
Se arde sem se ver,
Porque é que o fogo não pode ser
Amor
Com sentimentos a arder?
E quando se extingue,
E se apagou a chama,
O que fica depois de um sentimento terminado?
A mesma tristeza depois do fogo dominado,
Uma paisagem com ar desolado?

Coitado do Amor
Que ao fogo o quiseram comparar.
São ideias, pensamentos, emoções
Eu sei
Tudo boas intenções
Que ao inferno irão parar
Onde o fogo arde sem cessar.

O Amor nem é fogo
Nem se deixa apagar
É um sentimento maior, mais que um jogo
É uma forma de estar.


Joaquim Marques

3 comentários:

Anónimo disse...

Amar

Amar é bem querer e acarinhar
É magoar sem perceber!
Amar é compreender e respeitar
É criticar sem ofender!

Amar é afagar e acalentar
É dar sem ter que o mostrar!
Amar é aceitar, não recusar
É, por vezes, esquecer e perdoar!

Amar é ficar, é não fugir
É poder estar e agradar!
Amar é tocar e também sentir
É sentir prazer sem enganar!

Amar é ser e fazer feliz
É lutar e conseguir vencer!
É acreditar em quem nos diz:
Amar não é morrer! Amar é, sim, viver!

Isa

audrey disse...

As vezes me pergunto se existe AMOR...
Porque não acredito que ele seja unilateral e nos faça sofrer tanto...
Acredito na reciprocidade dele...na felicidade que pode causar...
Mas como ter certeza se nunca sentí...?
O que tive foram sintomas...
Sintoma de solidão acompanhada...
Sintoma de desprezo...de indiferença...
Sintoma de rejeição...
Sintoma de querer sempre estar ao lado...mas nunca ser desejada...
Acredito na maldição...
É talvez seja isso...existem pessoas que não nasceram para sentir o AMOR...mas AMAR...incondicionalmente.
O grande problema é que somos imperfeitos...e não enxergamos e queremos....e insistimos...e tentamos...e novamente...e novamente....
E depois de tantas quedas e machucões,feridas fechadas, abertas e reabertas...
Nos entregamos no profundo silêncio de um sentimento que se descaracterizou...por uma maldição desmerecida....TALVEZ SIM ..TALVEZ NÃO
Sem explicação... a maldição acompanha...e o medo toma conta...
E acaba-se acreditando que realmente se é invisível...e na face da terra...ninguém pode dar esse AMOR...porque algo acontece quando isso surge...porque esse monstro persegue .....MALDIÇÃO..MALDIÇÃO....
E tudo é turbulento...e impossível....e a distância...as vivissitudes ....a covardia...chega a tona e ratifica que não se pode ser amada....
Não depende só de nós querer ser amado....depende do outrem e se isso não acontece...
Daí só resta algumas coisas....
Se conformar....e viver
Se conformar.... e não viver
Enlouquecer...

Anónimo disse...

Olá Joaquim,

Concordo inteiramente consigo. O amor é acima de tudo uma forma de estar.
Joana