quarta-feira, 6 de junho de 2007

Convite

A minha sina é viajar
A correr e a saltar
E a mudar de lugar.
O meu sossego é ficar
Parado e quieto
A olhar
A beleza do jardim
Deste lugar
Neste meu castelo de encantar.

Todos os dias penso em parar,
Em contrariar
A minha sina
E ficar aqui
Solto dos compromissos que vivi.
Todos os dias acordo vestido
De mim e de nada
E dos pensamentos da noite passada,
E de chávena na mão
Olho com emoção
As realizações
Do meu querer.
E fito o orgulho que deixo
Neste lugar,
Onde repouso de cada viagem,
Que deixei de fazer
Mas que sei
Que voltará a acontecer.

Se a minha sina é viajar,
E é sempre a mudar de lugar,
E se ela me adivinha,
Ela sabe que voltarei sempre aqui,
Ao lugar onde renasci
Desde que te construi
Meu castelo de encantar.

Voltei a nascer aqui,
Voltei aqui a viver
E a partilhar o meu querer
Com todos e com ninguém
E sinto que serei para além
Do anfitrião,
Um amigo e um irmão
De colher de pau na mão
E olhar enternecido
Pelo prazer oferecido
A quem se quis acolher
Neste meu lugar, neste meu entender
De que há sempre alguém que exclama :
eu aqui sinto-me bem !

Amigo do coração,
Conhecido só de ocasião,
Eu vivo aqui,
vivo a pensar em mim e em ti
e foi por nós que construí
este lugar de eleição
enaltecido pelo meu coração
e embelezado
pelas cores destas manhãs de verão.

Joaquim Marques

3 comentários:

Anónimo disse...

Lugar de eleição para mim é a cozinha, um espaço da casa onde tudo se passa... Mas também aqui no seu blogue nos sentimos bem acolhidos...
Bom fim de semana

Joana

Joaquim Marques disse...

Na cozinha sou um déspota,um ditador de mão cheia, mas apesar disso ao longo dos tempos vi-os chegar de mansinho, abancam ali horas a fio e só ha pouco tempo descobri que não era para admirarem a minha personalidade. Era gula, pura e simples!

Anónimo disse...

Olá Joaquim,

Terá sido pelos dois factores... :))

Joana