sábado, 9 de junho de 2007

Ama-me só por amar
Dá-te sem pensar
Na mágoa e na amargura

Ama-me só por amar
Exercita o perdão
E tornarás mais clara a noite escura.

Ama-me só por amar
Deseja sem me aprisionar
O sentimento de ternura.

Ama-me só por amar
O bom e o menos bom
A totalidade do ser que em mim perdura.

Ama-me só por amar
Como se ama um filho
Deficiente, doente ou em clausura.

Ama só por amar
A ti mesma, o teu ser
E será mais fácil a tua vida futura.


Joaquim Marques

5 comentários:

Luzinha disse...

Amar
É desconhecer qualquer tempo ou distância
Quando existe alguém no colo do coração

Amar
É guardar na saudade a pessoa querida
Sem jamais temer a palavra solidão

Amar
É lembrar datas a dois e nunca esquecer
Que o presente maior é carinho e atenção

Amar
É um abraço aconchegante, flores e beijos
É eleger como tema, a mais bela canção

Amar
É conquistar sem possuir
Se doar sem exigir
Deixar livre quem quiser partir...

autor desconhecido

Audrey disse...

É como um cantor daqui chamado Djvan diz...isso é...um amor puro.

Um amor puro

O que há dentro do meu coração
Eu tenho guardado prá te dar
E todas as horas que o tempo
Tem prá me conceder
São tuas até morrer
E a tua estória, eu não sei
Mas me diga só o que for bom
Um amor tão puro que ainda nem sabe
A força que tem
é teu e de mais ninguém
Te adoro em tudo, tudo, tudo
Quero mais que tudo, tudo, tudo
Te amar sem limites
Viver uma grande estória
Aqui ou noutro lugar
Que pode ser feio ou bonito
Se nós estivermos juntos
Haverá um céu azul
Um amor puro
Não sabe a força que tem
Meu amor eu juro
Ser teu e de mais ninguém
Um amor puro
Adoro vc meu gato..beijos

Dilma Damasceno disse...

Lindos versos!

Em relação ao que foi abordado,
cumpre-me informar:
Não apaguei!
Ao contrário: Acrescentei!
Sugiro a releitura.
Fraterno abraço, Dilma.

Joaquim Marques disse...

Oh Dilma
Como voçe ne deixou sem jeito.
Sinto-me honrado por usar as minhas palavras na sua poesia.
Muito Obrigado.

Anónimo disse...

Um lindo poema ao Amor!...

Parabéns, Amigo Poeta!

Isa