sexta-feira, 9 de março de 2007

O voo das gaivotas

Apesar de tudo
a atmosfera é tão grande!

E mesmo assim
há aviões que chocam no ar.

Os passarinhos do mar
que gozam no ar
e procuram nos bocadinhos cintilantes
da imensa superfície líquida
um peixe para comer,
sabem parar e virar
para não chocarem no ar
e virem depois a serem comidos pelos peixes.
Deve haver lá em baixo,
no fundo do mar,
alguns peixes impacientes
que esperam que os aviões choquem no ar.
Tenho a certeza que o voo dos passarinhos os irrita.


Joaquim Marques Cruz
A H 10 06 1984

1 comentário:

AUDREY disse...

Sempre disse que ser livre é sentir-se livre....
É um estado...é ser um pássaro....
Mas também temos que deixar quem nos rodeia livres também....
São pássaros especiais,porque por mais que digamos que não..são "nossos"....
Com uma única diferença....a sua leveza...o seu vôo...não é castrado pelo tempo, nem pelas atitudes...
São respeitados...
São livres...
São suaves...
Retornam quando acham que devem...e para quem deve...
Mas nunca forçados...
Voltam porque se sentem livres...
Volta prá mim...